“Code is poetry”. Essa frase ficou icônica ao ser usada pelo WordPress, e me marcou bastante da primeira vez que a li. Puxa, como eu queria escrever um código que fosse como poesia! Essa busca por um código que fosse eficiente, legível, conciso, previsível e (por que não?) bonito se tornou cada vez mais frequente nas minhas atividades de programação. Ao longo de alguns anos, percebi que algumas variáveis externas tinham um grande impacto na minha capacidade de escrever um código que me deixasse satisfeito. Humor, estado de espírito, empolgação com o projeto, um bom café… sempre foram bons estímulos para se tentar fazer algo melhor. Além desses, tenho que mencionar mais um em especial, a grande estrela e assunto deste texto: música.

Venho recomendar alguns dos álbuns que mais me auxiliam a entrar e permanecer no estado de espírito para se escrever poesia código. Procurei separar os álbuns pelo efeito que eles causam neste que vos escreve, e deixo uma recomendação de situação para os quais julgo que são especialmente eficientes.

A minha primeira recomendação, e não poderia começar de forma diferente, é:

Música Clássica

100 Masterpieces of Classical Music

Faça qualquer coisa ouvindo música clássica, e você irá ter a impressão de que aquilo irá decidir o futuro da raça humana. É a minha primeira e melhor opção de acompanhamento musical para se fazer qualquer atividade que exija mais de mim do que talvez eu pense que consiga oferecer. Trabalhar, ou pesquisar, enquanto se escuta Chopin, Mozart, Bach e tantos outros não vai te deixar cair em frustração e vai manter seus espíritos lá em cima.

Considero música clássica o melhor acompanhamento para quando se quer escrever um código particularmente mais complexo, ou quando se precisa pesquisar algo novo. Sabe quando você está tentando integrar aquela biblioteca problemática no seu projeto e está tudo dando errado? Se acalme, saia um pouco do computador, sirva-se de uma boa bebida e coloque para tocar no seu player favorito uma coletânea de música clássica que você estará pronto para ser melhor e domar essa biblioteca selvagem, e ainda fazê-lo com um código tão simples que vai te fazer se perguntar porque estava sendo tão difícil.

Como sugestão, recomendo que você adquira a coletânea 100 Masterpieces of Classical Music. É um bom começo. Lá você já pode ir escolhendo seus favoritos, e depois você deve procurar mais conteúdo destes – é garantia de que você irá encontrar muita música de qualidade.

Daft Punk – Tron Legacy

Daft Punk - Tron Legacy

Quem assistiu Tron Legacy, a sequência do clássico de sci-fi Tron, com certeza reparou no trabalho da dupla francesa do Daft Punk. Eles não só criaram uma ótima trilha sonora para o filme, como o álbum resultado disto é um prazer de se escutar.

Costumo ouvir Tron Legacy quando estou diante de uma tarefa longa, mas que não é particularmente complicada. O som do álbum me ajuda e manter o ritmo e não me deixa desacelerar, ou ficar cansado/frustrado. Cada faixa avança para a próxima de uma forma muito natural, o que permite minha concentração permanecer intacta.

A combinação de Tron Legacy com um café bem quente já me ajudou a passar por várias maratonas de programação com um bom estado de espírito.

Bob Dylan – Modern Times

Bob Dylan - Modern Times

Este talvez seja o álbum mais peculiar da minha pequena lista. Por padrão, albuns com muitas faixas com vocal me distraem um pouco enquanto estou trabalhando.

Modern Times foi lançado em 2006 e é, para este humilde fã de Dylan, um de seus melhores trabalhos. Costumo ouvi-lo quando estou programando à noite. Por algum motivo que desconheço, os efeitos deste álbum se multiplicam quando o sol se põe. Modern Times raramente falha em me colocar em um ótimo humor para escrever o melhor dos códigos, durante o tempo que precisar. Este é um daqueles álbuns que você não sente as músicas passando, e pode se pegar ouvindo o álbum completo várias vezes em seguida.


Torço que minhas sugestões possam ser aproveitadas por você e, se elas causarem o efeito que causam em mim, ficarei feliz por saber que você terá mais um ótimo instrumento pra te ajudar a entrar no estado mental ideal para escrever o melhor código possível.